Saúde da pele: veja o que fazer para evitar problemas com bons hábitos

Sonhar com uma pele bonita e saudável, livre de manchas, cravos e espinhas é algo que afeta a autoestima das pessoas e está muito ligado à vaidade. No entanto, ter uma pele bem cuidada é, também, uma questão de saúde.

 

Sonhar com uma pele bonita e saudável, livre de manchas, cravos e espinhas é algo que afeta a autoestima das pessoas e está muito ligado à vaidade. No entanto, ter uma pele bem cuidada é, também, uma questão de saúde.

 

Os hábitos de skincare estão cada vez mais populares, à medida que as pessoas estão mais conscientes sobre os cuidados necessários para manter a pele jovem por mais tempo. Mas será que seus hábitos estão colaborando com a saúde da pele?

 

Neste post, vamos falar sobre os principais perigos que afetam a nossa pele e como cuidar dela corretamente no dia a dia. Para saber mais, continue a leitura!

 

 

Os perigos que afetam a saúde da pele

 

Qualquer problema de saúde nos tira o equilíbrio e abala o bem-estar, principalmente quando também causam marcas evidentes. Por esse motivo, as doenças que afetam a pele causam tanto impacto nas pessoas e podem representar um risco à própria vida.

 

Para se ter uma ideia, as doenças de pele são a quarta maior causa de incapacitação das pessoas em todo o planeta, segundo uma pesquisa realizada pela Universidade do Colorado. Essa incapacitação pode ser gerada a partir da dor, das deformidades causadas por essas doenças, além do abalo psicológico.

 

Para se prevenir desses problemas, nada melhor que começar olhando de perto para casa um deles, por isso, selecionamos alguns dos desequilíbrios de pele mais comuns.

 

 

Câncer de pele

 

Os tumores de pele têm uma alta incidência no Brasil, justamente por ser um país tropical, com sol presente em altas temperaturas. Os raios solares são a principal causa para desencadear essa doença, que causa um crescimento desordenado das células da pele.

 

Existem diferentes tipos de câncer de pele, sendo os carcinomas, os espinocelulares e o melanoma os mais comuns. Este último é o mais raro e também o mais agressivo.

 

Para garantir o sucesso do tratamento é essencial identificar o problema logo no início, portanto, fique de olho em manchas com cores e bordas irregulares, que crescem e podem até mesmo sangrar.

 

 

Micoses

 

As micoses de pele são causadas por fungos e costumam aparecer nas unhas, couro cabeludo e na pele de uma forma geral. Os fungos que causam a micose se proliferam em ambientes úmidos e costumam ser transmitidos através do compartilhamento de toalhas e outros objetos pessoais.

 

A micose altera a forma da pele, causando descamação, manchas e coceiras, que costumam ser ainda mais evidentes em épocas mais quentes do ano.

Celulite infecciosa

 

A celulite infecciosa é uma doença causada por bactérias que atingem as camadas mais profundas na pele e podem causar problemas sérios. A infecção causa dor, mal estar, vermelhidão e pode chegar a um quadro mais grave, causando febre, calafrios e vômito.

 

As bactérias que causam a celulite infecciosa são comuns em nossa pele e só causam problemas quando entram em contato com a parte interna do corpo, o que pode acontecer quando há uma ferida que não foi bem tratada, principalmente em pessoas com diabetes, em tratamento de câncer ou problemas na imunidade.

 

Os problemas que podem afetar a pele são inúmeros e podem ser causados por diferentes agentes, como fungos, bactérias, químicos, sujeira etc. Veja outras doenças que podem afetar a saúde da pele:

  • dermatites – causa vermelhidão e geralmente é desencadeada por alergias e problemas respiratórios;
  • acne – inflamação hormonal que causa espinhas graves, além de dor;
  • psoríase – doença autoimune que causa inflamação crônica da pele.

 

Os cuidados para uma pele saudável

 

Depois de conhecer os principais problemas que afetam a pele é possível perceber que alguns são desencadeados por problemas emocionais e distúrbios que são quase incontroláveis, mas outros podem ser evitados.

 

A pele está constantemente exposta a diversos riscos, por isso, os cuidados devem ser diários e podem evitar uma série de problemas, desde os mais simples até os mais danosos.

 

Outro ponto importante é que esses cuidados não devem se limitar apenas à pele do rosto e devemos lembrar que a saúde da pele como um todo é importante. Dito isso, vamos às dicas!

 

Use o filtro solar diariamente

 

O protetor — ou filtro solar — é um item indispensável para a saúde da pele, seja no verão ou em estações menos quentes. Ele garante uma proteção eficiente contra os raios mais perigosos do sol e previne o câncer de pele.

 

O ideal é usar um protetor específico para a pele do rosto e outro para o corpo, além de ficar de olho no fator de proteção. Quanto mais clara é a pele, maior deve ser o nível de proteção que o produto oferece.

 

Hidrate a sua pele

 

Além de deixar a pele mais bonita, brilhante e iluminada, a hidratação é essencial para fortalecer nossos tecidos e combater a sensibilidade, o que também nos protege contra a ação de agentes externos.

 

A pele ressecada tem fissuras que servem de porta de entrada para esses agentes externos, causando irritação e infecções que podem evoluir e se tornar problemas graves. Por isso, evite banhos muito quentes e aplique um hidratante da sua preferência.

 

Faça uma esfoliação semanal

 

A esfoliação, tanto do rosto como a do corpo, ajuda a manter a saúde da pele e melhora a sua aparência, diminuindo a visibilidade das manchas. Esse hábito remove o excesso de células mortas, combate as linhas de expressão, renova a pele e permite que ela fique mais radiante.

 

Além disso, a esfoliação controla a oleosidade da pele do rosto. No entanto, o processo deve ser feito de maneira adequada e não deve ser diária, pois pode sensibilizar os tecidos.

 

Cuide da sua alimentação

 

A saúde da pele também depende de uma boa alimentação, portanto, evite os excessos de álcool, gorduras saturadas e açúcar em seu dia a dia. Uma alimentação variada e equilibrada vai oferecer tudo o que sua pele precisa, principalmente com alimentos ricos em A, E, o complexo B e a vitamina D.

 

Quando falamos de alimentação, também é possível incluir o consumo diário de água, que regula nossos processos internos e colabora para a saúde como um todo, além de manter a hidratação em dia.

 

Por fim, podemos incluir uma visita ao dermatologista como um requisito essencial para a saúde da sua pele. Por meio dos exames certos, seu médico pode identificar deficiências de vitaminas, desequilíbrios hormonais e outros problemas, além de indicar o tratamento mais eficaz para seu caso.

 

Gostou de aprender mais sobre os melhores cuidados para a saúde da pele? Então compartilhe com seus amigos e familiares nas suas mídias sociais!

Tire suas dúvidas pelo Whatsapp

close-link
Olá! Tire suas dúvidas pelo WhatsApp!