Acupuntura e câncer: conheça os benefícios dessa terapia para pacientes com câncer

De origem oriental, a acupuntura já é reconhecida internacionalmente como um excelente método para auxiliar na saúde — inclusive ao longo de tratamentos de doenças, como o câncer. A estimativa do Instituto Nacional de Câncer (Inca) é que 625 mil novos casos de tumor maligno sejam registrados até o fim de 2022 em todo o país. Dessa forma, é importante saber que a acupuntura e o câncer estão em uma linha tênue, na qual a doença causa dores e a técnica alivia, com resultados surpreendentes.

 

Que tal conhecer mais sobre a acupuntura e como o método auxilia no tratamento contra o câncer? Elaboramos este post com informações bem didáticas. Continue lendo!

 

Entenda o que é acupuntura

 

A acupuntura é tão antiga que sua origem data há mais de cinco mil anos no continente asiático, mais precisamente na China. Ela foi descoberta como método para combater alterações no corpo em circunstâncias de desgastes provocados por fatores externos, como frio, calor, aspectos emocionais etc.

 

Antes da técnica, as doenças eram tratadas com chás ou dietas, mas a acupuntura revolucionou por meio da aplicação de agulhas em pontos energéticos do corpo. Mais tarde, novos objetos também passaram a ser utilizados, como dedos, sementes, ímãs e entre outros.

 

Trata-se de um dos mais antigos sistemas de cura e preservação da saúde. A acupuntura é desenvolvida por meio dos pontos meridianos existentes no corpo com base na filosofia oriental.

 

No Brasil, a técnica começou a ser aplicada por volta da década de 50 e teve como precursor o fisioterapeuta e massoterapeuta Frederico Spaeth. A disseminação mundial aconteceu a partir de 1972, por meio de uma política de aproximação entre Estados Unidos e China, no governo do então presidente americano, Richard Nixon.

 

Conheça os benefícios da junção acupuntura e câncer

 

Como requer um tratamento bem delicado e com vários efeitos colaterais, o câncer é uma das inúmeras doenças indicadas para receber os benefícios da acupuntura. Todos os pacientes podem ser auxiliados pela técnica, sem contraindicações, desde que o tumor não seja puncionado. A técnica ameniza a dor e traz mais qualidade de vida.

 

A aplicação da acupuntura deve ser conduzida por um profissional especializado, em ambiente ambulatorial e respeitando as normas da vigilância sanitária. A seguir, para informar você sobre esse complemento entre acupuntura e câncer, vamos mostrar algumas vantagens que contam com comprovações científicas.

 

Reduz a dor

 

A dor é uma queixa muito comum entre os pacientes que lutam contra o câncer. Ela pode ser consequência da cirurgia para a retirada do tumor ou dos efeitos colaterais da quimioterapia ou da radioterapia. Entre esses incômodos, estão aqueles localizados nas articulações, na cabeça, nos músculos ou ossos, entre outros.

 

Ao complementar o tratamento com sessões de acupuntura, as dores são amenizadas, pois a técnica toca justamente em pontos que vão responder positivamente. O paciente tem um alívio da dor e fica com menos incômodos.

 

Mas vale frisar que o efeito imediato é nos problemas recentes, não em queixas antigas ou graves. No entanto, há um efeito cumulativo ao longo das sessões, ou seja, é preciso persistir, principalmente, aplicando as agulhas antes da quimioterapia ou radioterapia.

 

Melhora a imunidade

 

Acupuntura e câncer andam em caminhos opostos porque a técnica milenar chinesa fortalece o sistema imunológico, trazendo mais disposição e bem-estar aos pacientes. Já o câncer é uma verdadeira bomba que destrói as células, enfraquecendo o organismo.

 

Ao energizar o corpo, é possível reequilibrar os chakras, ou seja, acontece uma integração em prol da saúde. A acupuntura toca na energia vital, trazendo mais força ao ser humano: corpo e mente se integram, o que promove um fortalecimento do sistema imunológico. Como resultado, o organismo responde com mais eficácia no combate às células cancerígenas.

 

Aumenta o bem-estar

 

A motivação é importantíssima no tratamento de qualquer doença, principalmente, no caso das mais graves (como o câncer). Ao adotar a acupuntura enquanto trata um câncer, o paciente consegue obter mais disposição e otimismo diante da vida.

 

Assim, a técnica contribui com a saúde emocional, evitando que a pessoa se afunda em crises de ansiedade ou depressão. A acupuntura também desbloqueia o fluxo energético e toca justamente na fonte do problema — que muitas vezes não é físico, mas emocional. Por isso, há inúmeros bons exemplos no combate ao câncer.

 

Ameniza os efeitos colaterais da doença

 

Os efeitos colaterais do câncer vão desde a queda dos cabelos a vômitos e náuseas, passando por alterações renais e digestivas. Também são relatados sintomas como secura da boca, surgimento de feridas, perda de peso e fadiga.

 

Trata-se de situações que a acupuntura ajuda a amenizar. A alteração no humor, por exemplo, é altamente combatida por meio da técnica, pois o corpo fica mais integrado à mente, trazendo mais bem-estar e disposição.

 

Isso porque a acupuntura contribui com a busca pela qualidade de vida, inclusive, auxiliando na melhora da contagem de hemoglobina. É importante informar que as sessões devem ter uma média de 30 minutos, sempre conduzidas por um profissional devidamente capacitado e certificado.

 

Inicialmente, são aplicadas de dez a 30 sessões, inclusive com a realização de manutenção. Em casos mais graves, a dica é realizá-las pelo menos três vezes na semana ou até mesmo diariamente.

 

Veja como as terapias integrativas auxiliam no tratamento

 

Além da acupuntura, há inúmeros outros métodos que auxiliam no tratamento do câncer. Entre eles, estão as terapias integrativas, que tocam justamente na causa do câncer e se aprofundam no histórico de cada paciente. Isso porque toda consequência envolve uma causa que necessita ser estudada.

 

A medicina integrativa tem uma abordagem multidisciplinar, portanto, é possível explorar exercícios funcionais, como o uso de florais ou outros fitoterápicos e uma alimentação balanceada, sob a orientação de um nutricionista. Há ainda abordagens como a oxigenoterapia, que oferece excelentes benefícios, inclusive, contra o câncer.

 

Vale lembrar que todas essas opções exigem o devido acompanhamento médico. A acupuntura é mais uma abordagem que se integra às demais, auxiliando o paciente a se encontrar na busca não só pela cura, mas também por uma vida mais saudável e equilibrada.

 

Dessa forma, os resultados são excelentes e há vitórias consideráveis contra o câncer, trazendo a alegria de viver para pacientes que poderiam sofrer bem mais caso fossem tratados somente com os químicos. Assim, a acupuntura pode ser uma alternativa para dar um novo sentido à vida de quem está na luta contra o câncer, aumentando a motivação e o bem-estar.

 

Gostou de saber mais sobre a junção entre acupuntura e câncer? Quer ler outros conteúdos relacionados à saúde? Então acesse o nosso site e saiba como pode melhorar sua qualidade de vida!

Tire suas dúvidas pelo Whatsapp

close-link
Olá! Tire suas dúvidas pelo WhatsApp!