Relação médico e paciente: qual a importância de uma boa relação?

Para ter uma vida boa e tranquila é fundamental cuidar da saúde. Nesse sentido, estabelecer rotinas de consultas médicas e buscar auxílio profissional em caso de queixas é indispensável. No entanto, nem sempre é fácil encontrar consultórios e profissionais que estabeleçam uma boa relação entre médico e paciente.

 

Em função das grandes demandas do cotidiano, muitos profissionais não oferecem o devido cuidado e atenção àqueles a quem atendem. Essa situação, além de gerar mal estar, dificulta a promoção da saúde do paciente. Por isso, é fundamental buscar por abordagens médicas que valorizem o atendimento nos mais diversos sentidos.

 

Quer saber mais sobre a importância da boa relação entre médico e paciente e como ela pode ser desenvolvida? Então continue a leitura deste artigo!

 

O que é a relação médico paciente?

 

Para entender qual a importância de uma boa relação entre médico e paciente, primeiro é preciso compreender como esse vínculo funciona. Embora muitas pessoas pensem que esse relacionamento esteja ligado apenas ao momento da consulta, na verdade a forma como paciente e médico se conectam vai muito além desse momento.

 

Ainda que o profissional da saúde atenda a diferentes pessoas, cada uma é única e apresenta determinadas demandas. Para além das questões de saúde, é preciso que certos vínculos afetivos sejam estabelecidos. Dessa forma, podemos dizer que a base da relação entre médico e paciente é a humanidade.

 

Assim, um atendimento adequado envolve:

  • atenção e cuidado desde o agendamento;
  • construção de um ambiente agradável na consulta;
  • zelo ao ouvir o paciente;
  • clareza na hora de explicar diagnósticos, exames e tratamentos;
  • pontualidade;
  • confiança e respeito entre médico e paciente.

 

Qual a importância de uma boa relação entre médico e paciente?

Agora que você compreende quais são as bases do relacionamento entre médico e paciente, é possível aprofundar o assunto e identificar os benefícios que uma boa relação proporciona. Nesse sentido, é possível citar que ela:

 

Permite melhores diagnósticos

 

Um dos primeiros benefícios que merece atenção é a possibilidade de realizar melhores diagnósticos. Para que um médico possa identificar com maior precisão a situação de seu paciente, é preciso que ambos interajam sem medo e confiando um no outro.

 

Quando há uma boa relação entre ambos, o paciente se sente à vontade para dizer ao médico o que está sentindo e quais são suas queixas. Além disso, também será possível apontar suas dúvidas em relação aos tratamentos e medicamentos, por exemplo. Essa situação gera uma melhor percepção das condições do paciente.

 

Aumenta a satisfação

 

Além de ajudar na realização de diagnósticos mais precisos, a boa relação entre médicos e pacientes também aumenta a satisfação de ambas as partes. Por um lado, o paciente sentirá que está sendo bem atendido e que o profissional da saúde de fato está lhe dando o devido valor, com cuidado e profissionalismo.

 

Por outro lado, a boa relação com o paciente também gera satisfação no médico. Isso ocorre porque um atendimento atencioso e humanizado permite ao profissional notar sua importância social, estimulando a sensação de realização profissional.

 

Oferece maior segurança

 

Também é importante notar que a boa relação no consultório médico é fundamental para garantir a segurança nas consultas, exames e tratamentos. Uma vez que a relação é clara, humana e respeitosa, o paciente se sente mais seguro para dizer o que sente, seus medos, dúvidas e demais opiniões.

 

Da mesma forma, o médico terá maior segurança para propor tratamentos, mudanças de hábitos e demais procedimentos que julgar necessário para o bem-estar do paciente.

 

Melhora a escolha dos tratamentos

 

Diante de um diagnóstico, é possível que existam diferentes tratamentos a serem realizados. Para saber qual o tratamento mais adequado para cada pessoa, é preciso que exista uma boa relação no atendimento. Assim, o paciente terá suas decisões e opiniões consideradas no processo, fazendo com que a melhor escolha seja tomada em conjunto.

 

Traz melhores condições de saúde

 

Por fim, quando a relação é humanizada, são maiores as perspectivas de melhoras nas condições de saúde do paciente. Isso ocorre porque muitas vezes o mal-estar de um indivíduo não está simplesmente relacionado às questões biológicas.

 

Em muitos casos, aspectos emocionais e mentais influenciam diretamente na saúde do corpo. Por isso, quando o paciente é acolhido e respeitado no atendimento médico, a consulta e o tratamento tendem a ser mais eficientes, uma vez que consideram mais do que apenas as questões biológicas.

 

Como desenvolver uma boa relação entre médico e paciente?

 

Como você pode perceber, o estabelecimento de uma boa relação entre médico e paciente é de grande importância. Para além de tornar as consultas e tratamentos mais agradáveis, o cuidado com esse vínculo também gera resultados positivos em termos de saúde e bem-estar.

 

No entanto, ainda que esse bom relacionamento seja fundamental tanto para paciente como para o médico, nem sempre é fácil encontrar essa atuação humanizada no dia a dia. Diante dessa realidade, é natural levantar o questionamento: como é possível desenvolver essa boa relação?

 

Uma das formas mais eficientes de ter uma relação próspera e agradável entre médico e paciente é por meio da medicina integrativa. Essa é uma forma de abordagem médica que integra duas outras abordagens, sendo elas:

 

  • medicina convencional: inclui medicamentos, cirurgias, mudanças de hábitos etc.;
  • medicina complementar: envolve procedimentos não convencionais, como acupuntura, arte terapia, remédios naturais etc.

 

Assim, somando as técnicas e conhecimentos tradicionais às novas abordagens, a medicina integrativa permite uma maior parceria entre paciente e profissionais da saúde. Os tratamentos são decididos com base no diálogo e percepção de ambas as partes, considerando pontos imprescindíveis da medicina tradicional, bem como as opiniões, sensações e realidades do paciente.

 

Um exemplo de clínica que trabalha com medicina integrativa é a Integrative. Comprometida com a melhoria contínua de seus serviços, promovemos um atendimento humanizado e de excelência. Respeitando os valores humanos e investindo em inovação e atendimento personalizado, restabelecemos a qualidade de vida de cada um de nossos pacientes.

 

O desenvolvimento da boa relação entre paciente e médico é indispensável para a realização de diagnósticos mais precisos, tratamentos eficientes e a promoção do bem-estar em cada uma das pessoas. Para isso, o tratamento humanizado e responsável é fundamental. Nesse sentido, a medicina integrativa pode ser uma excelente alternativa.

 

Quer saber mais sobre como a Integrative pode ajudar você a melhorar sua qualidade de vida, garantindo saúde e bem-estar? Então entre em contato conosco!

Tire suas dúvidas pelo Whatsapp

close-link
Olá! Tire suas dúvidas pelo WhatsApp!