Nutrição holística: o que é e quais os seus principais pilares?

Aliada às práticas que alimentam a qualidade de vida, a nutrição holística vem sendo uma escolha de inúmeras pessoas que querem mais motivação, disposição e busca constante pelo autoconhecimento. Além de auxiliar na saúde, a alimentação balanceada ajuda a melhorar a consciência, fortalecendo o sistema imunológico.

 

Para você sempre buscar uma vida mais plena, vamos explicar ao longo deste post no que consiste essa abordagem e como vivenciá-la no dia a dia. Confira!

 

O que é a nutrição holística?

 

A nutrição holística é uma abordagem que enxerga o ser humano como um todo, assim como a medicina integrativa. Com ela, é possível valorizar inúmeros aspectos de uma pessoa, como o lado emocional, psicológico, físico e mental.

 

Dessa maneira, os alimentos são devidamente escolhidos com foco em um planejamento alimentar que contemple as necessidades de cada paciente.

 

Portanto, os cardápios são bem diversificados, tendo em vista que cada ser humano é um complexo diferenciado e traz demandas particulares.

 

A ideia é sempre melhorar a saúde, de olho no equilíbrio da pessoa com o universo, consigo mesma e com as pessoas ao redor.

 

Assim, é possível emagrecer com qualidade ou fortalecer o sistema imunológico, músculos e células de uma forma totalmente equilibrada, escolha que reflete em ganhos a longo prazo.

 

Trata-se de uma verdadeira mudança no estilo de vida, ou seja, é preciso não só se alimentar bem, como encontrar novos hábitos.

 

Como a nutrição holística é praticada?

 

A prática da nutrição holística vai bem além do que a alimentação saudável propriamente dita.

 

Ela é representada por um complemento de várias outras abordagens, como aromaterapia, ayurveda, fitoterapia, entre outras.

 

Ao ingerir alimentos ricos em nutrientes, é possível fortalecer o organismo e ainda aumentar a autoconsciência. Dessa forma, muita gente abandona maus hábitos, como bebidas alcoólicas e tabagismo.

 

Na prática, a nutrição holística necessita de um acompanhamento profissional, pois será reflexo de um olhar sensível frente às necessidades do paciente. Veja alguns passos que você deve seguir para vivenciar essa experiência.

 

Foque no autoconhecimento

 

A nutrição holística necessita que a pessoa entenda suas reais necessidades, as causas dos problemas e respectivas consequências.

 

Ao obter um olhar mais consciente para consigo mesmo, é possível entender quando a fome realmente se apresenta, sem cair em tentações originárias pela gula ou variadas compulsões.

 

Afinal, o ato de comer exageradamente ou com alimentos pouco nutritivos pode ter uma origem física, mental ou emocional, ou seja, nada melhor do que buscar a visão holística para compreender melhor as próprias necessidades.

 

Para isso, a dica é sempre manter os olhos e sentidos fixos na observação do dia a dia, dos comportamentos e também na forma como cada um interpreta as influências do mundo externo em seu interior.

 

Busque contato com os alimentos

 

Para construir uma alimentação saudável, você precisa analisar profundamente os produtos que serão consumidos.

 

Priorize sempre os alimentos naturais e que contenham uma textura agradável. Priorizar os orgânicos é uma ótima escolha.

 

Quem cultiva uma horta consegue estreitar ainda mais essa relação com a natureza, o que ajuda imensamente na intimidade com a comida, trazendo inúmeros benefícios à saúde.

 

Respeite o ritmo do universo

 

Sabe quando uma determinada fruta ou verdura fica cara? Isso geralmente acontece por influências da natureza, como geadas e poucas chuvas, ou pelo fato de não ser a época ideal da colheita.

 

Quem segue a nutrição holística, frequentemente, respeita os ritmos naturais do universo e as respectivas épocas de cada alimento.

 

Afinal, há meses de abundância e outros de restrições, tudo explicado pelas quatro estações que contemplam o período de um ano referente ao girar da Terra em torno do sol.

 

Seguir o que cada estação sugere na linha de alimentação é uma das premissas da Ayurveda, o sistema de medicina indiano. Por isso, quanto mais você observar e respeitar a natureza, melhores serão as rotinas integrativas.

 

Tenha atenção plena nas refeições

 

Você já ouviu falar no termo mindful eating? Ele é praticado quando você destina atenção plena no ato de comer.

 

Portanto, no momento das refeições, deixe de lado o smartphone, desligue a TV e foque no sabor do alimento, em sua textura, nas cores, no mastigar, enfim, desfrute com prazer.

 

Ao apreciar os alimentos de forma lenta e consciente, o processo torna-se muito mais agradável e pleno.

 

Pratique a gratidão

 

Quem exerce a gratidão verdadeira no momento de comer e também em todas as atividades da vida, consegue emanar boas vibrações.

 

Agradeça sempre ao alimento, a quem plantou, colheu, preparou e trouxe à mesa. Assim, é possível mudar a vibração interna, despertando o corpo para ser nutrido de uma maneira física, emocional e energética.

 

Quais os principais benefícios da nutrição holística?

 

Agora que você já sabe como praticar a nutrição holística, nada melhor do que conhecer as propriedades terapêuticas dos alimentos, que são excelentes meios para curar inúmeras doenças ou para manter o organismo com a imunidade sempre elevada.

 

Dentro dessa realidade, a base desse tipo de alimentação é o consumo de alimentos frescos e sem hormônios, com temperos naturais e vegetais orgânicos.

 

Assim, abandone os produtos industrializados, processados e também o açúcar refinado. São verdadeiros vilões e causadores de inúmeros males, como hipertensão, diabetes, estresse, entre outras doenças.

 

Com a nutrição holística, é possível praticar a reeducação alimentar por meio de uma forma adequada de se nutrir, deixando de lado as dietas restritivas e temporárias.

 

Consequentemente, você obterá saúde plena, peso ideal e um estilo de vida mais harmônico.

 

Ao priorizar a alimentação saudável, você ainda colherá muitos outros benefícios, tais como:

  • fortalecimento da imunidade;
  • melhora do humor;
  • redução dos efeitos da TPM;
  • aumento da disposição;
  • regulação do sistema digestivo;
  • emagrecimento;
  • redução da retenção de líquido;
  • diminuição do estresse físico e emocional;
  • rejuvenescimento celular (pele, unhas e cabelo);
  • fortalecimento do sistema imunológico;
  • destoxificação.

 

O que comer?

 

Se você chegou até aqui é porque certamente está em busca de uma melhora na vida. Então nada melhor do que conhecer alguns alimentos que estão sintonizados com a nutrição holística.

 

Priorize sempre alimentos orgânicos e frescos, frutas, vegetais e proteínas de origem vegetal. Entre elas, podemos citar os grãos, sementes e cereais.

 

Mantenha uma frequência de se alimentar com frutas oleaginosas, como castanhas, nozes, avelãs, amêndoas e beba muita água, chás e faça também infusões de ervas medicinais.

 

Mas, para tudo ficar equilibrado, lembre-se sempre de contar com um acompanhamento profissional, principalmente de quem atue com medicina integrativa ou que seja nutricionista dessa vertente.

 

No mais, colha os resultados positivos da nutrição holística, vivenciando os prazeres que a vida nos proporciona em suas mais belas expressões!

Viu como é possível viver melhor e com mais qualidade? Gostou do nosso conteúdo? Então aproveite e compartilhe-o em suas mídias sociais!

Tire suas dúvidas pelo Whatsapp

close-link
Olá! Tire suas dúvidas pelo WhatsApp!