Entenda a importância e como cuidar da saúde dos rins

Com apenas 150 gramas distribuídos em 12 centímetros de altura, os rins são órgãos de extrema importância no organismo, sendo responsáveis por várias funções vitais. Atualmente, a estimativa é que mais de 850 milhões de pessoas sofram com problemas renais, decorrente de várias causas, conforme dados do Ministério da Saúde.

 

Como as doenças ligadas a eles são, geralmente, silenciosas no começo, a saúde dos rins necessita de inúmeros cuidados, principalmente para evitar a tão temida doença renal crônica.

 

Afinal, o organismo conta com dois rins e, caso eles entrem em insuficiência aguda ou permanente, será preciso iniciar um processo de hemodiálise. Portanto, a prevenção é o melhor remédio. Quer aprender a cuidar dos seus rins? Então, continue lendo!

 

Descubra a importância da saúde dos rins

 

Responsáveis pela eliminação das toxinas do corpo, os rins têm vários papéis importantíssimos no organismo humano. Entre eles, podemos citar também a regulação da formação do sangue e ossos, controle da pressão sanguínea e equilíbrio químico dos líquidos existentes no corpo. Além disso, os rins são fundamentais na produção de hemácias pela medula óssea, do metabolismo e também na absorção de cálcio e água.

 

Por isso, esses órgãos têm uma imensa reserva fisiológica, o que, geralmente, está sintonizado como a causa de inúmeros problemas ou doenças renais. Alterações na cor da urina, mau cheiro e presença de espuma ou sangue são alguns sinais de que algo está errado com os rins.

 

Há ainda muitos outros sintomas, como edemas no corpo, fadiga, cansaço, anemia, cheiro de urina na boca (hálito urêmico) e intolerância aos exercícios físicos. Nesses momentos, inúmeras doenças podem se desenvolver, as conhecidas renais crônicas. Conheça algumas delas.

 

Principais doenças que afetam os rins

 

Caso você sinta alguma alteração em seu organismo, a primeira dica é procurar um especialista, ou seja, um médico nefrologista. Afinal, somente o cálculo renal atinge cerca de 10% da população, número que chega a dobrar para quem tem entre 65 e 75 anos. Por isso, é importante conhecer os males que podem atingir a saúde dos rins.

 

Nefrite

 

A nefrite é caracterizada por uma inflamação na parte filtrante do rim, o glomérulo. A doença geralmente ocorre em razão de infecções ou bactérias. A cura é rápida nos casos agudos, mas bem difícil quando é crônica, pois a inflamação se torna mais grave. Entre as evidências, estão sangue na urina, náuseas, vômitos, cãibras, fadiga e aumento da pressão arterial.

 

Infecção urinária

 

Com maior frequência entre as mulheres, a infecção urinária começa na bexiga, mas se torna mais grave quando atinge os rins. Entre os sintomas, estão dor, ardência e urgência para urinar. Nos casos mais graves, há constatações de febre, dores na coluna e calafrios.

 

Cálculo renal

 

O acúmulo de substâncias tóxicas e minerais nos rins pode causar o cálculo renal, popularmente conhecido como pedra nos rins. A consequência é dor intensa, principalmente, no lado do abdômen e nas costas. Náuseas também podem ser sentidas.

 

Obstrução urinária

 

Quando os cálculos param no interior das vias urinárias surge esse problema, dificultando a passagem da urina. A obstrução gera dor no momento de urinar e, caso não seja tratada, pode levar a perda do rim.

 

Tumores renais malignos

 

Mais conhecida como câncer dos rins, o problema é causado por mutações nas células, que se dividem incontrolavelmente, o que ocasiona na destruição do órgão, podendo levar à falência. Sangue na urina e obstrução urinária estão entre os sintomas, mas também podem surgir dores na lombar e gordura abdominal.

 

Insuficiência renal crônica

 

A insuficiência renal acontece quando os rins ficam incapacitados de filtrar as toxinas, retendo ureia no corpo. Dessa maneira, pode gerar anemia, aumento da pressão arterial e inúmeras outras alterações.

 

Como cuidar da saúde dos rins

 

Agora que você já conheceu as principais doenças que atingem os rins, nada melhor do que aprender como evitá-las.

 

Faça o controle da pressão arterial

 

A saúde dos rins necessita da prática de bons hábitos. Entre eles, o controle da pressão arterial por meio de uma alimentação balanceada para evitar a ingestão de gorduras ou produtos industrializados. Para isso, o acompanhamento médico é fundamental, incluindo de um nutricionista.

 

Caso você seja diabético, o controle deve ser ainda mais rigoroso, evitando alimentos não recomendados, seguindo sempre as recomendações, ou seja, a qualidade de vida deve sempre ser valorizada.

 

Evite o sedentarismo

 

A manutenção do peso ideal é uma regra para quem quer manter a saúde dos rins. Isso porque os filtros ficam límpidos e eliminam facilmente as toxinas do corpo. Já quem não se movimenta e é alheio às atividades físicas corre um sério risco de ter problemas com os rins. Além da hipertensão, o excesso de peso pode causar diabetes, doenças no coração, dores e dificuldades de locomoção.

 

Tenha uma alimentação saudável

 

Quem ingere alimentos ricos em fibras e vitaminas contribui com a saúde dos rins. Agora, alimentos com excesso de sal e gordura são verdadeiros vilões. Portanto, é preciso priorizar um cardápio saudável para você fugir dos males que atingem esses órgãos. Além disso, a alimentação balanceada é fundamental para o bem viver, trazendo disposição, bom humor e motivação.

 

Evite bebidas alcoólicas, tabaco e outras drogas

 

Utilizar medicamentos sem orientação médica é um grande risco para a saúde dos rins. Outros inimigos são o excesso no consumo de bebidas alcoólicas e também de outras drogas, incluindo o cigarro. Quem se excede nesses hábitos prejudica não só os rins, como todo o organismo, tendo um enfraquecimento evidente no funcionamento do corpo.

 

Beba muita água

 

Beber água é um santo remédio para vários males que atingem o organismo humano. Além de contribuir com a hidratação, a água ajuda a eliminar as toxinas. Assim, ajuda os rins a trabalharem com mais qualidade, fazendo uma plena limpeza do organismo, ou seja, não deixe de beber muita água.

 

Faça exames preventivos

 

Ao realizar exames preventivos com médicos especializados, você realizará um acompanhamento adequado sobre possíveis sinais de doenças que afetam os rins. Afinal, grande parte das doenças que atingem esses órgãos são silenciosas e, caso sejam identificadas no estágio inicial, o tratamento poderá ser bem-sucedido. Portanto, investir na saúde dos rins é uma atitude essencial para quem valoriza a vida e tudo que há de melhor para desfrutarmos.

 

E aí, gostou do nosso conteúdo? Foi útil para o seu aprendizado? Aproveite e compartilhe em suas redes sociais para levar informação de qualidade aos seus amigos e familiares!

Tire suas dúvidas pelo Whatsapp

close-link
Olá! Tire suas dúvidas pelo WhatsApp!