Conheça 6 dicas de como tratar a baixa imunidade!

Assim como um carro entra em pane quando algo está fora do normal, nosso organismo também sofre com a baixa imunidade, caso ocorram desequilíbrios, sejam físicos, psíquicos ou emocionais. Por isso, nada melhor do que investir na qualidade de vida, sempre com foco no bem-estar.

 

Com o objetivo de auxiliar você a viver melhor e com disposição, elaboramos este post com 6 dicas incríveis que, certamente, serão bem úteis no seu dia a dia. Mas, antes, vamos conhecer um pouco mais sobre a baixa imunidade. Confira!

 

Entenda o que é a baixa imunidade

 

Imagine o simples ato de escrever uma frase: o nosso organismo aciona inúmeras engrenagens para que o processo aconteça, envolvendo o cérebro, o aspecto físico, enfim, as células se movimentam em prol do objetivo almejado. No entanto, quando algo de estranho ocorre dentro do nosso organismo, o sistema de defesa, também conhecido como imunológico, entra em ação para combater os antígenos.

 

Nessas horas, ocorre a baixa imunidade, ou seja, um enfraquecimento de todo o sistema que compõe a vida, podendo ser um simples resfriado ou, até mesmo, doenças crônicas. Portanto, a baixa imunidade é um problema que traz inúmeras consequências negativas e, muitas vezes, as pessoas ficam alheias às verdadeiras causas do problema.

 

Veja quais são as principais causas da baixa imunidade

 

Há inúmeras causas que explicam a baixa imunidade, indo desde a maus hábitos até condições de tratamentos de situações mais graves, como câncer. Podemos citar ainda as consequências de uma doença autoimune e também complicações originárias do vírus HIV, Covid-19, gripe, alergias, entre outras. Até mesmo uma fratura em um determinado osso pode causar baixa imunidade.

 

Isso porque as células se concentram para enfrentar o problema: situação que se repete em uma infecção, sedentarismo, consumo de bebidas alcoólicas etc. Outros fatores de risco são estresse, depressão, ansiedade, tabagismo, consumo de drogas e má alimentação. Para você entender como o seu organismo reage quando está enfraquecido, vamos elencar agora alguns sinais:

 

  • dores no corpo;
  • preguiça;
  • fraqueza;
  • sono excessivo;
  • queda de cabelo;
  • náuseas;
  • olhos secos;
  • diarreia;
  • falta de sono;
  • doenças constantes;
  • infecções recorrentes;
  • desânimo.

 

Portanto, para não ser uma vítima da baixa imunidade, nada melhor do que investir na saúde de uma maneira integral. É o que vamos mostrar agora, por meio das seis dicas que selecionamos especialmente para você!

 

Conheça dicas para aumentar a imunidade

 

1. Tenha uma alimentação saudável

 

O que é constantemente falado na mídia, muitas vezes, não é levado a sério pelas pessoas. Diante de várias tentações, como os fast-foods, muita gente deixa de lado os alimentos ricos em nutrientes. Para manter o corpo com uma boa imunidade, é preciso fortalecer células, ossos, órgãos, tecidos, sistema nervoso central e tudo que compõem a nossa ‘‘máquina’’. Uma rotina alimentar saudável é fundamental para manter o pleno funcionamento do organismo.

 

Por isso, priorize frutas, verduras, legumes, fibras, carboidratos e proteínas, sempre dentro do equilíbrio, mantendo as refeições nos mesmos horários. Crie o hábito de se alimentar até umas 20h para obter uma boa digestão e evite café ou outras bebidas estimulantes após as 19h. Peixes são excelentes no quesito ômega 3, assim como grãos e folhas verdes são enriquecidos com vitamina E. No mais, coma pratos coloridos e cheios de vida, sempre contando com orientações de um nutricionista.

 

2. Pratique atividades físicas

 

A prática de atividades físicas contribui para você ter mais disposição no dia a dia e também para manter o corpo fortalecido, sempre com um sistema imunológico saudável. Procure a orientação de um educador físico antes de começar qualquer atividade e faça somente exercícios que estejam dentro do seu biotipo. Até mesmo nas atividades saudáveis, é preciso prezar pelo equilíbrio.

 

Além disso, os exercícios físicos liberam substâncias do prazer, como dopamina e endorfina, trazendo mais motivação. São também ideais para melhorar o sistema digestivo, os pensamentos, além de prevenir doenças cardiovasculares, problemas respiratórios, entre outros. Além disso, movimentar o corpo é um ato que combate à depressão, ansiedade e estresse, ou seja, é tudo de bom!

 

3. Não se automedique

 

A automedicação é um problema muito sério que traz consequências irreversíveis, incluindo a baixa imunidade. Ao consumir medicamentos sem orientação médica ou, até mesmo, sem uma real necessidade, os anticorpos podem ser afetados, atingindo o sistema imunológico.

 

Como exemplo, podemos citar o uso indevido de antibióticos que acabam aumentando a resistência de algumas bactérias, sendo um grande mal para o organismo. Consumir muitos medicamentos também prejudica o fígado, ou seja, busque sempre a orientação de um especialista.

 

4. Durma bem

 

Dormir bem é um ‘‘santo remédio’’. O sono é reparador e ajuda imensamente no bem viver, inclusive para fortalecer a imunidade. Com um bom período de descanso, é possível renovar as energias, evitando o desgaste do organismo, ou seja, as situações de estresse acabam sendo dissipadas.

 

Já quem dorme mal acaba enfraquecendo o sistema imunológico, com efeitos desagradáveis, como perda de memória, mau humor, desatenção, cansaço e a tão temida baixa imunidade.

 

5. Elimine os maus hábitos

 

Quem consome bebidas alcoólicas em excesso, fuma ou ingere outros tipos de drogas acaba enfraquecendo o organismo. Os males são de curto, médio e longo prazo, afetando todas as áreas da vida, ou seja, trata-se de um problema de grandes proporções.

 

Até mesmo consumir alimentos de forma exagerada traz consequências negativas, como os industrializados ou com alto índice de colesterol. Portanto, preze sempre pelo equilíbrio e busque investir em sua qualidade de vida. Caso tenha algum problema que esteja incontrolável, é importante buscar ajuda profissional.

 

6. Invista em momentos agradáveis

 

Vivenciar momentos agradáveis sempre é uma atitude positiva. Busque um contato com a natureza, mantenha o otimismo em alta e reserve tempo para desfrutar com a família. Hobbies saudáveis também são muito bem-vindos e estão ligados com o bem viver. Fortaleça os seus relacionamentos e mantenha a sociabilidade em alta.

 

Dessa maneira, certamente, a sua baixa imunidade se manterá afastada. Afinal, quem vive bem e com saúde está sempre focado na melhoria, desfrutando de sucesso, tanto na vida pessoal quanto profissional.

 

Tire suas dúvidas pelo Whatsapp

close-link
Olá! Tire suas dúvidas pelo WhatsApp!